terça-feira, setembro 15, 2015

Meus amigos, o pacote de ajuste econômico, evacuado pela cloaca mental da equipe da presidANTA, é realmente previsível, risível e outros epítetos menos honrosos.

A redução de gastos imediatos é boçal, considerando que não há nenhuma pista de como será feita a redução dos custos com fisiologismo, alvo de chiadeira da quadrilha aliada. Vamos combinar, R$ 200 milhões ano? Não paga nem o cafezinho da rapaziada. Quantos ministérios serão extintos? Quantos aspones serão exonerados? Será que por isso Michel Temer estava tão faceiro ontem?

Por outro lado, o aumento de receita, vieram com mais do mesmo, aumento do imposto e aumento do imposto e criação de imposto. Ah, e tem aumento de imposto. Me espantei em saber que o sujeito da minha casa minha vida pagava o mesmo imposto que o Collor, por exemplo, se vendesse seu imóvel. Agora ficou um pouco diferente. Só esqueceram que esquemas para fraudar valor venal etc e tal existem desde a idade da pedra. Quero ver como vão resolver isso.

Previsível, adiamento de concursos. E era o Aécio que ia acabar com os concursos.

Vamos combinar, o cara estuda uma eternidade para fazer essa cagada. Não é à toa que o presidente do Bradesco rifou o Levy, devia estar de saco cheio das baboseiras que ele devia dizer nas reuniões do conselho.

Sifuderem.


Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics