quarta-feira, março 19, 2014

Não assisto BBB. Mas me chegou-me a meus ouvidos moucos que a Vênus Platinada entrou, no mal sentido, com uma liminar na justissia urbana do Rio de Janeiro para impedir que o grupo UOL faça a cobertura dessa bosta de programa.

Evidentemente o que está por trás disso, agora no bom sentido, é a audiência. Programas televisivos vivem de anunciantes. Se não vai bem, míngua a receita e os produtores vão comer o pão que o diabo amassou antes do tempo. Como o programa é uma porcaria e consegue, a cada nova edição, piorar, seu mentor, Boninho, dentro do seu direito divino de tacar ovo nos outros, resolveu manipular a "atração" na tentativa de bombar a audiência. Supostamente as enquetes da UOL seriam um obstáculo considerando que, ao longo de anos, dificilmente erraram na decisão de quem sai no malfadado paredão.

Suspeitasse que a manobra começou na votação pela saída de uma das integrantes que tem um caso lésbico. O povo gosta de secsu? sim. E de repente, nesta semana, uma briga entre dois integrantes, supostamente do secsu masculino, bombou a audiência. Não me cabe aqui analisar o que motivou a briga.

Volto a dizer, a "atração" é privada (sem trocadilhos) e seus produtores tem todo o direito de manipular seu resultado, considerando que os custos são cobertos por dinheiro privado. Qualquer celeuma a respeito é falta do que fazer.

Em resumo, não assistam esse Big Bosta Brasil. Já tem merda suficiente no mundo real para nos preocuparmos.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics