quinta-feira, fevereiro 20, 2014

"O Brasil não é um país sério e seu congresso nacional é uma putaria. Mas nem assim podemos considerar o país um puteiro", (Charles de Gaulle)



Em tempos de combate à exploração sexual me espantei ontem que um jornal, de grande circulação estadual e que começa com D e termina com iário Catarinense, tenha deixado passar propagandas, em um encarte direcionado aos visitantes que vieram a Florianópolis para o seminário técnico da Copa do Mundo, de uma conhecida "casa noturna", ou puteiro, bordel, casa da luz vermelha ou que seja o nome pelo qual conheçam.

Na figura ao lado está a contracapa, então podem ter a dimensão da cagada. O pior e que o jornal Diário Catarinense publicou, em sua página do Facebook, uma retratação bem meia-boca. Duvido muito que isso tenha sido autorizado por um estagiário, o qual foi demitido para acalmar a turba indignada, e desconfio que quem autorizou só pode ter levado por fora. Ou então o jornal foi conivente e que se foda a opinião pública.

O que é mais sério, se uma cidade que sediou um evento, de pequeno porte, conseguiu essa proeza, o que será que acontecerá na Copa? Será que o Ministério do Turismo está monitorando isso? E o ministério público?

Em tempo: Quando um inútil octogenário, afilhado do $arney, assumiu o ministério do turismo em 2010, seus associados foram comemorar fazendo uma suruba em um motel e levaram a conta para aquela inutilidade burocrática. Na época dei uma sacaneada. Fui assediado com e-mails ameaçadores enviados por uma obscura organização, provavelmente contratada a peso de ouro e sabe-se lá sob que edital, que monitora a internet atrás de associações entre o ministério do turismo e putaria. Mandei-os tomar no meio do olho do cu, com certeza. Espero então que essa mesma organização leia esse post e, ao invés de me encher o saco, faça que essa indignação chegue ao ministro e ao ministério público para as devidas providências. Repito, se uma capital de pequeno porte como Florianópolis conseguiu a proeza de promover a prostituição, o que acontecerá no resto do país?





segunda-feira, fevereiro 17, 2014

Recebi esta resposta à uma indagação que fiz a uma venezuelana que conheço daqui do Facebook. Como a mídia oficial está meio que se escondendo faço questão de partilhar.

ello... we have protests from february 12th on.... all over the country. The protests started some weeks ago, some students in western states and during a baseball tournament in east of Venezuela. Some people were arrested,including students. February 12th is celebrated Youth Day, a protest was organized to celebrate the day and to demand the liberarion of the students arrested in past weeks, apart from other demands (security, food, etc). That day were killed 2 students and one guy from collective armed group. You know, in protests the pólice cannot use guns. but they did. and killed the guys.
soooooooooooooo...tv media are banned. they've been forbidden to show the protest all over the country. newspapers (with the Little paper they have) they cover the protests but the pólice have hit and robbed reporter's cameras to avoid they publish the truth.
we have used twitter to know what's going on. but the government started banning the pictures (we still have that banning around 10 or 20 times a day.)
Prostests have increased, more people have joined the protests. and government has repulsed the protesters with pellets, tear gas, and guns! arrested people have reported they have been tortured and raped. Since 12th, many protesters are arrested and this will continue... and government continues to blame the "facist" that causes chaos and manifestations on the streets.
these days have been craaaaaaaazy!!  me, personally haven't slept well. there is chaos everywhere....I live in Valencia which is a opposition city, so here streets and highways are full of protesters.

Com a palavra, qualquer um.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics