sábado, agosto 31, 2013

Estamos sendo literalmente sacaneados. O povo vai para a rua e depois de 15 dias esquecem tudo. E todos do governo, legislativo e judiciário contavam com isso.

O legislativo conseguiu a façanha ímpar de manter um apenado na condição de parlamentar. Manobra essa engendrada pelos mensaleiros visando a mesma coisa.

O judiciário patina no julgamento do mensalão, sendo que um dos supremos juízes tem uma dívida (?) de R$ 1,4 milhões em um banco do qual é contumaz relator. Não explica de onde vem a grana que paga a parcela (se é que paga mesmo, o que duvido). E não se enganem, se o Joaquim Barbosa fosse fodão mesmo já tinha dado uma surra no toffolli.

O executivo, bom, o executivo finge que trabalha. Anuncia um PAC para cidades históricas pela 4ª vez, não faz o dever de casa e comemora um PIB que não irá se manter, um ministro envolvido em uma licitação milionária (aqui), outra não consegue explicar porque um pedófilo era seu aspone, encarceram um senador boliviano perseguido por ser oposição ao Evil Imorales e ficam indignados quando um samaritano resolve a situação do sujeito, temos mais um apagão causado por uma queimada estúpida no interior do Piauí (caraleos, o que é que tem pra queimar no interior do Piauí??) e a lista caminha a passos largos.

Sem contar o caso surreal dos médicos cubanos. Que precisamos de médicos é uma realidade. Mas vamos combinar, financiar descaradamente o Fidel, alegando o investimento feito na formação dos caras, é sacanagem. Dizer que a medicina cubana é uma das melhores do mundo é bizarro. Melhor em que planeta? A exatamente que tecnologias eles tem acesso para serem considerados de ponta? A medicina chinesa das baratas? Ou a que trata os russos? Ah, não é isso, eles são bons em prevenção. Bom, prevenção é ter saneamento básico de qualidade, água tratada na torneira e uma educação primorosa. Coisa que NÃO EXISTE no Brasil! Ou os médicos cubanos são mágicos ou perdi alguma coisa. Enquanto isso a elite política continuará a se tratar no Sírio-Libanês, local em que os filhinhos de papai que puderam investir um monte de dinheiro em sua formação trabalham.

Vivemos o fundo do poço do deboche sócio-político do governo de esquerda brasileiro. Do ponto de vista deles é o ápice. E sim, foi só pelos 20 centavos.

domingo, agosto 11, 2013

Com o festival de merda atirada em ventiladores que assola esse país, se confirma algo que é sabido há séculos: Todos os políticos são venais, não importa que linha ideológica sigam. As três principais forças partidárias estão atoladas no lodaçal. E não esqueçam que os partidos de menor expressão não podem produzir nada que preste, existem apenas para segmentar (ou especializar) a roubalheira.

A sucessão de escândalos demonstra também outro fato notório, a diferença abissal entre políticos com estirpe e os neófitos. Sabemos quem são o quê. O amadorismo se contrasta com o profissionalismo, mas todos resultam na mesma sacanagem, amparados por uma mídia completamente vendida. Dou risada quando leio "O povo não é bobo, abaixo a rede Globo". Se até a mídia ninja se locupleta nas tetas do governo, que isenção vocês querem, pelo amor de Deus?

E as passeatas não voltaram, ainda. Mas está na hora.

#Vamosprarua?

O raciocínio vale para políticos, tanto vivos como mortos.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics