quarta-feira, outubro 30, 2013

Eu fico imaginando que nunca disseram para o apedeuta que beber e se medicar, simultaneamente e concomitantemente, pode ter efeitos nefastos.

Somente isso explica a avalanche de baboseiras que ele proferiu ontem por ocasião da "comemoração" dos 25 anos da constituinte (ou constituição, o que veio primeiro).

Começando por elogiar $arney. Sim, dizer que $arney foi importante para a constituição só se foi para ajudar a criar um documento tão cheio de buracos que os protegeriam da justissia brasileña, como se essa instituição falida e venal já não protegesse o bastante. Outra pérola foi acusar a mídia golpista de incapaz. Incapaz de reconhecer que nem todos os políticos são venais, ladrões, mentirosos e omissos. Citou "só quem nunca leu a biografia de Getúlio Vargas e a de JK pode dizer que não existem políticos do bem" (algo assim). É estranho ele citar um ex-presidente, que comandou uma das piores ditaduras do país, como referência a político do bem.

A cereja do bolo ficou por conta do congre$$o, essa pocilga, que homenageou os ex-presidentes com medalhas comemorativas. Não compareceram FHC, adoentado, e Collor.

Mas por que razão se homenagearia um sujeito que foi chutado da cadeira presidencial por maracutaias?

Mistérios.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics