sexta-feira, junho 07, 2013

A taça. Como todo bom cidadão que se preze, tenho acompanhado ao largo as maracutaias que envolvem a realização do mundial de futebol. E como todo cidadão sei que o que há de picaretagem não é mole. Recorde absoluto de falta de planejamento.

O vinho. Ou vinagre, 22º lugar no ranking da FIFA, apesar que isso não representa bosta nenhuma. Pelo menos para eu ou para mim, depende do referencial. E o Neymar vai para a Espanha, que mesmo na merda conseguiu levantar centos milhões de euros para a compra nababesca do pipoqueiro. Será a pipoca mais cara dom planeta?

A Copa. A massa ignara se ilude com benfeitorias pífias que não se concretizam. Os esquerdopatas idiotas alardeiam que o Brasil sabe organizar as coisas. Mas o que se vê é bem triste, para não dizer sério. Como é que se inauguram estádios (que por palhaçada chamam de arenas) sem o mínimo de estrutura? Como é que se inaugura um estádio cuja cobertura cai com o primeiro temporal? Como é que um jogo é suspenso pela justissia brasileña para logo em seguida ser autorizado? Viva a esbórnia

O Bolo. O que dizer... completamos 8 anos de atividades. São centenas de indignações, tantas que perdi a conta. Evoé, Baco!!

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics