terça-feira, janeiro 24, 2012

Fio solto. É impressionante a capacidade do PSDB em se deixar apanhar em armadilhas. O caso do Pinheirinho é mais um. Parece de propósito.

Nós e eles. Dois casos envolvendo "otoridades" federais indignaram o país. O país deles, é claro. Se um reles mortal morresse na porta de um hospital ou fosse atingido por uma bala de borracha ninguém ia ficar sabendo ou, se soubessem, seria mais alguns nas estatísticas.

Histeria coletiva. Só um bêbado cego e com QI de ameba não veria que a barriga, da grávida de Taubaté, era feita daquelas bolas plásticas que se vendiam na praia, nas antigas, e com acabamento tosco. Eu, que não sou especialista em falcatruas e pilantragens, saquei na hora. Santa ingenuidade, Batman.

Mais do mesmo. E entra ano e sai ano e a picaretagem nacional se esforça para superar metas. Se no ano passado acharam que foi um recorde de escândalos, aguardem 2012.

Dúvida. E eu queria saber que foi o indiano sacana que inventou a fila.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics