sábado, setembro 15, 2012

No Brasil se atribui muito rápido epítetos desconexos a figuras suspeitas. Culpa extrema de uma tal mídia, mentecapta, que ganha para tal. Por exemplo, paulo caolho, o que é sem nunca ter sido, a quem chamam de mago. Como disse aqui algumas vezes, a única mágica que ele fez foi transformar lixo em ouro e chamar de literatura. Mas tudo bem, o dinheiro é dos incautos não meu. Recentemente se arvorou como o maior intelectual do Brasil. Intelectual é um ser pensante, logo, deduzo eu, um pensador. Se pensar merda é sinal de sabedoria e intelectualidade eu seria então o mestre do universo.

Outra que foi guindada a intelectual foi a bruna putistinha. Me abstenho de agregar os devidos comentários.

Mas o tema central são as musas. Na mitologia grega eram entidades a quem eram atribuídas a capacidade de inspirar a criação artística ou científica. No Brasil virou zona. Começando pelo Plano Cruzado, de triste memória, cuja musa era a Maria da Conceição Tavares. Com todo o respeito, musa? Credo. Nos tempos recentes tivemos uma disputa para musa do mensalão, entre uma sujeita horrenda, funcionária de alguém que não me lembro, e a horrorosa deputada da dança da pizza. Obviamente que a carteirada funcionou e a repre$entante do povo levou a melhor.

Então começaram as musas para todos os eventos. CPI's, eventos esportivos e o escambau. E o que parece é que os deuses olímpicos meteram o dedo e, pelo menos, o nível melhorou. Um exemplo bem marcante é uma tal andressa urach, que por ter ido no UFC de Las Vegas e a Londres, virou musa da olimpíada. Talvez inebriada pelo "cargo" e por estar competindo no nobre evento Miss Bumbum 2012, ela se dá ao direito de despejar suas fotos íntimas, pelada ou não, para inspirar cientifica e artisticamente os onanistas de plantão.

Em resumo, no Brasil nada é sério e tudo acaba em putaria.

Em tempo: Pelo que vi da capa da Veja desta semana vem chumbo grosso por aí. Ou os petistas acharam que o Marcos Valério ia entubar sem gritar?

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics