terça-feira, setembro 20, 2011

Eram 7, agora 6 candidatos ao cargo de ministro do tCU. Entre outras benesses, super-salários, aposentadoria integral, cargo vitalício, motoristas e acompanhantes de fino trato, os escolhidos para serem os fiscais do legislativo, melhor, da aplicação correta dos reCUrsos destinados às obras do governo, também desfrutam do poder magnânimo de acatar ou não as falcatruas de seus ex-pares. Sim, porque os ministros são, de forma geral, escolhidos no meio da súcia que infesta o planalto central. Não é estranho que os fiscais sejam ex-qualquer coisa do legislativo?

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics