terça-feira, abril 12, 2011

Hoje se comemoram os 50 anos de um feito histórico. Em 12/04/1961 subia, ao espaço sideral, o primeiro homem. Um russo, que imortalizou-se na poeira cósmica da história.

De lá para cá a humanidade enviou sondas aos mais obscuros buracos negros de nosso sistema solar. O homem pisou na lua, fato esse objeto de muitas especulações conspiratórias. E nesses 50 anos, o Brasil se juntou à corrida espacial. Também aos mais obscuros buracos enviamos nossos corações e mentes. A inflação foi à Júpiter , e voltou, pousando suavemente. O orçamento da União também o foi, mas esse continua sendo alimentado pelo combustível dos fósseis enterrados nos porões da pocilga nacional, sem previsão de retorno. Serviços públicos foram explodidos, na tentativa vã de levá-los também ao espaço, longe das vistas críticas da mídia golpista. A violência, em todas as esferas, alcançou Plutão, escapando ao controle gravitacional do Sol.

Mas o que é um feito realmente espetacular foi o envio da corrupção para os confins do universo. Em direção ao black hole original seguiu impávida e cada vez mais colossal. Talvez, um dia, a consigamos trazer de volta, ao nível da terra. Até lá, o controle da missão continuará sugando, como parasitas que são, os recursos inestimáveis desta nação abençoada por Deus e bonita por natureza.

Que beleza!!

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics