segunda-feira, janeiro 03, 2011

Sem ter nada melhor para fazer a nova ministra do (acho eu) novo cabide de companheiros, o ministério dos direitos humanos, quer passar a limpo a ditadura. Pediu, em seu discurso de posse, que a pocilga aprove a criação da comissão da verdade sobre os mortos e desaparecidos. Isso tudo para “promover a reconciliação nacional”(sic AQUI).

Vamos então às verdades. A primeira, ela está uns 20 anos atrasada. Outra verdade, não existe dissensão nacional, logo não há motivo algum para reconciliar o que não está em desarmonia. Mais uma verdade: Pelo volume financeiro das indenizações até agora ninguém está afim de reconciliar porra nenhuma, querem o seu na conta e fodam-se aqueles que não gostarem. E a última verdade, o nelson jobim vai carcar o rabo dela se quiser mexer nisso.

Sou a favor de enterrar seus mortos. É a única coisa a ser feita, o resto é marketing.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics