quinta-feira, setembro 23, 2010

Um estudante de artes cênicas da UDESC ficou peladão, ontem, em frente ao RU da UFSC. "Foi um ato performático e informativo", declararam alguns bichos grilos, em êxtase suspeito, ao nosso enVIADO ao mundo acadêmico, Hugo Toso.

Tirando a boiolice da tal performance, alguns trechos da reportagem me chamaram a atenção:

- O "performer" disse que é preciso rever a legislação para que haja mais liberdade de expressão (sic). Mas é exatamente por existir liberdade demais que lula e seus pares estão esperneando contra a mídia golpista. Não andaria pelado pela rua, mas apoio a liberdade de expressão, principalmente aquela que aponta desvios e maracutaias.

- "Todos devem saber o que está na constituição e respeitá-la" — declarou Douglas Dilli, chefe de segurança da UFSC.(fonte clickRBS AQUI) É outro ponto que o governo petista, seus partidários e aspones, e alguns blogueiros travestis da esquerda libertária, que voltaram a aparecer por aqui, insistem em ignorar. Sim, no mínimo deveriam conhecer a constituição, respeitar são outros quinhentos, mas aí temos a justissia brasileña, para enquadrar os ousados. Em resumo, com esta declaração surge uma luz no fim do túnel e tenho a esperança que nem tudo está perdido.

- Por último, o mesmo chefe da segurança disse que os professores deveriam tomar mais cuidado antes de expor seus alunos ao ridículo (sic). Concordo.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics