terça-feira, setembro 14, 2010

Foi votado, pelos nossos oportunos vereadores, um projeto de lei que prevê a criação de um edital de licitação para o transporte coletivo na cidade. Não entendi.

Manifestantes, contrários a esse intrigante projeto, manifestaram-se, manifestando-se contra. Alegam, em manifesto manifestado, que o usuário do transporte público não foi ouvido e permanecerá, repito, permanecerá, refém das empresas e suas planilhas de custos obscuras, o que é uma baita verdade.

O que me chamou a atenção foi o seguinte: "Segundo o procurador do município, Jaime de Souza, o serviço é essencial, por isso não pode ser interrompido. Souza explica que com a concorrência pública, a exploração por parte das empresas de transporte passará a ser legal." (fonte ClickRBS).

Quer dizer que a exploração, e nunca uma palavra foi tão bem aplicada, é ILEGAL????

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics