quinta-feira, setembro 23, 2010

luis nassif apoia o movimento de protesto contra a imprensa, chamada gentilmente de mídia golpista. Já de longa data vem sendo um dos principais jornalistas chapa-branca desse governo. E sempre tem alguma coisa nebulosa que justifica essa tomada de posição isenta.

O apoio contra a liberdade de imprensa será regiamente remunerado, mensalmente, com nosso suado imposto. O valor de R$ 180 mil, sem licitação, será pago sob a justificativa de que ele é um jornalista de notória especialização. Curiosamente foi contratado para um trabalho intelectual, como entrevistador e comentarista.

Intelectuais temos aos milhares nesse país, e tenho certeza que muitos são mais capazes do que ele. Entrevistadores temos às centenas, muitos, se não todos, são melhores do que ele, incluindo-se ex-BBBs. E como comentarista econômico, que aliás ele não é lá muita coisa, o próprio destacou que "Em relação à minha área - comentários econômicos -, há muitos e muitos anos fico entre os três jornalistas mais votados (no prêmio Comunique-se) na categoria jornalismo de economia, mídia eletrônica, além dos prêmios que recebi como jornalista de economia da mídia impressa"(sic, fonte O Estadão, o malvado representante da "mídia golpista"). Em negrito, está entre os 3 não necessariamente sendo o melhor e campeão do ramo. Neste ano ele está concorrendo com Miriam Leitão - Rádio CBN / TV Globo / GloboNews e Carlos Alberto Sardenberg - TV Globo / Rádio CBN / GloboNews. Ambos jornalistas do Grande Satã da mídia nacional.

No mínimo estes dois comentaristas econômicos deveriam ser convidados para o certame. Se não o foram é por perseguição ou sacanagem mesmo.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics