sexta-feira, setembro 17, 2010

Incompetência. ‘Bruno tentou se matar várias vezes’, disse seu amante, ops, amigo macarrão. Isso provaria que o goleiro é tão estúpido que não poderia ter matado a amante? Na verdade é uma pena que ele não tenha conseguido se matar, pouparia muita grana de nós, pobres e exauridos contribuintes.

Ameaça. O consultor que denunciou o esquema na casa civil foi enrolado com a justiça. Tá, e daí? Desde quando isso é demérito? E se ameaçou? Pior foram os parentes, que retaliaram com um pedido de R$ 5 milhões.

Nuclear. UM agente do FBI se passou por venezuelano, sinônimo de quem mora na chavezlândia, e conseguiu desmascarar dois cientistas americanos, os capitalistas liberticidas, que propuseram criar uma fábrica de bombas atômicas naquele aprazível e democrático país. Mas por que o agente se passou por venezuelano?

Saia justa. A carta capital, esse baluarte da imprensa isenta, recebeu um pedido da procuradoria da união solicitando informações sobre o relacionamento da revista com o governo. Mino carta respondeu " Significa que a senhora Cureau entende que nós somos comprados pelo governo federal, via publicidade". Que injustissia!!!

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics