quinta-feira, abril 22, 2010

O pessoal do escritório do Jaime Lerner irá discutir, hoje na CDL, sobre um novo plano de transporte público. Cinco anos se passaram desde que, em 2005, técnicos deste escritório estiveram em Florianópolis implantando o sistema da tarifa única, que na prática não existe. Alegam que o custo de implantação do modelo BRT é baixo comparado com TLV e Metrô.

Duas coisas: Pelo que entendi eles foram os (ir)responsáveis pelo modelo furado que existe hoje e querem promover um "upgrade". Bom, vou dar um desconto pois a culpa da cagada na execução do projeto não é exatamente deles. E segundo, o custo da tarifa é extorsivo. Gasto menos, mesmo pagando estacionamento privativo, para vir de carro do que de ônibus.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics