quarta-feira, novembro 04, 2009

Apagão bolivariano. Não se pode negar que huguito é muito criativo quando se trata de encobrir sua incapacidade. Para impedir um novo colapso, no já combalido sistema elétrico da chavezlandia, ele sugere que ao ir ao banheiro, na madrugada, o(a) sujeito(a) use lanterna ou velas. "É muito mais romântico sentar no vaso à luz de velas, e o cidadão pode, inclusive, cantarolar, bem mais saudável do que no chuveiro. Temos um ditado que diz 'cante cagando que a merda sai dançando'", declarou um alto aspone do setor elétrico bolivariano ao nosso especialista energético Glênio Gangorra.

Benção. Líderes religiosos africanos enfrentam ambientalistas que repudiam o sacrifício de um boi para cada estádio-sede da copa 2010. "Não podemos compactuar com esse ritual medieval", esbravejou um eco-chato. "Vamos fazer uma churrascada depois, os ambientalistas estão convidados", defendeu-se Ubuntu Oingo-Boingo, líder espiritual local.

Confronto. O $enado recusou-se a cumprir uma decisão da mais alta côrte da justissia brasileña. "Não podemos ficar à mercê da espada cega da lei e esperamos que o novo ministro do STF faça a sua parte e apazigue os ânimos acirrados no poder judiciário", declarou um nobre $enador repre$entante do povo ao nosso comentarista Glênio Gangorra.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics