segunda-feira, novembro 23, 2009

A intenção lulística e diplomática de receber esse idiota no Brasil me escapa. Se o Lula ainda fosse "dar uma prensa" no iraniano, a respeito de seu programa nuclear ou interceder pelos turistas americanos presos na fronteira com o Iraque, eu ainda daria um desconto. Mas achar que o Irã é parceiro de qualquer coisa que não seja um ataque terrorista é pura estupidez. O toque bizarro é a palestra que o presidente iraniano dará em uma universidade privada. Sim, leu direito, privada. Se bem que bosta e privada combinam.

O tema da palestra é um mistério, mas arrisco aqui alguns:


"A dinâmica democrática no Irã, enforcando os defensores dos direitos humanos"

"É fácil ser um pária internacional"

"Liberdade e libertinagem, banindo os direitos civis na porrada"

"1001 maneiras de desrespeitar uma mulher"

"Reescrevendo a história, o holocausto non ecsiste"
(participação de Padre Quevedo)

"Como fazer inimigos e infernizar pessoas"


Em tempo: O que levou 3 americanos a fazer turismo no Iraque é ainda um mistério.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics