quinta-feira, outubro 29, 2009

Eleições 2010. O termo usual para doadores eleitorais é financiadores de campanha. Financiar é entregar algo que será pago com juros, em prestações ou não. Muito estranho não?

Lei. O $enado, ou uma comi$$ão daquela casa maior de tolerância, aprovou mudanças na lei do inquilinato. Agora ficará mais fácil despejar o locatário inadimplente, preservando e dando mais segurança ao investimento do locador. Glênio Gangorra comenta: "Essa lei é mais do que bem-vinda, para aqueles que investiram milhões, da lavagem de dinheiro público desviado, em imóveis".

Merdosur. Se já não bastasse termos que aturar os argh-entinos nessa lambança delirante conhecida como Mercado Comum do Sul, periga que a chavezlandia venha a fazer parte desta merda. Valendo uma bala juquinha como Hugo, o chapolim colorado, irá querer cagar todas as regras.

Huguito. Por falar em Hugo, pelo que acompanhamos das eleições na américa latrina é usual a esquerda terrorista revolucionária tentar se abraçar numa presidência. Mas o motivo é bem menos nobre, nosso comentarista Glênio Gangorra, especialista expert e altamente skillizado em bolivarianismo abre o jogo: "O que há são tentativas contundentes de se dar bem no comando de um país. Os candidatos da esquerda radical apresentam um plano político aderente ao bolivarianismo, pregado por hugo, o vaidoso, que acredita mesmo que é uma referência na política mundial planetária. Estes candidatos então conseguem largos fundos de campanha, se perderem já embolsaram pelo menos os 20% regulamentares".

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics