sábado, março 21, 2009

Sobre os vôos da nova companhia aérea de Campinas para o Rio, pousando no Santos Dumont, a declaração do coordenador da Coordenadoria Integrada de Combate aos Crimes Ambientais, órgão da SEA, Rodrigo Sanglard, é no mínimo risível. Diz o aspone: "A Infraero só conseguiu licença ambiental para obras de ampliação do Aeroporto Santos Dumont devido à restrição ao quantitativo de vôos do terminal. Se eles pretendem manter os vôos de avião de grande porte, deverão solicitar uma nova licença que significa um outro processo. Sem esse documento, o aeroporto poderá ser inclusive interditado".

Pergunto ao coordenado coordenador: Desde quando os aviões da Embraer são de grande porte?

VTNC.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics