sábado, março 28, 2009

Como sempre a lei só vale para os desvalidos. Eliana Tranchesi, dona da daslu, afirmou, emocionada, bebericando uma taça de champanhe e degustando de legítimo caviar de esturjão, que "em nenhum momento perdeu a esperança (de se dar bem e ser liberada)" e deixou de acreditar na justiça brasileira (que libera quem rouba a merenda escolar, por que não eu?).

"Seria um caso inédito, uma pessoa da alta sociedade, que só sonegou, e não matou ninguém tenho que frisar, 'ir em cana' seria uma injustiça, nunca aconteceu neste país", afirmou, com exclusividade, um importante aspone-jur com trânsito nos altos escalões políticos.

"Deveriam processar a União pelo incômodo", declarou uma socialite, que preferiu se manter no anonimato.

Em tempo: Já estão soltos os envolvidos no caso camargo correa. Por que não estou surpreso?

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics