quinta-feira, março 05, 2009

Aspones. Em consonância com os esforços, do governo brasileiro, em amenizar os efeitos da marola, Dilma Rousseff, a candidata em campanha para 2010, anunciou que irão criar 20.000 novos cargos para aspones em uma nova estatal. A Balabrás será incunbida de desenvolver a tecnologia para a construção do trem-bala brasileiro. Vários dePUTadOS da base aliada começaram a peregrinação ao gabinete da candidata, digo ministra, atrás de uma boquinha nos US$ 11 bilhões do projeto.

Juízo. Uma juíza, investigada de envolvimento na Pasárgada Operation, foi promovida a desembargadora. Muito apropriado.

Mais Trem-bala. Além de custar uma bala, digo uma baba, será aberta uma licitação mundial internacional para isso. O vencedor deverá se comprometer, de pés juntos e sem cruzar os dedos, em tranferir a tecnologia para o Brasil. O Jus Indignatus, com exclusividade, já sabe quem será o vencedor desta licitação. Um país com tradição neste meio de transporte, o Zimbabue.

Geme GM. A General Motors Corp e sua auditora, a Deloitte & Touche, disseram que há dúvida substancial sobre a viabilidade da companhia no futuro. Em resumo, valerá a pena comprar carros desta marca?

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics