terça-feira, janeiro 27, 2009

Província. Em disputado vestibular para o curso de Teatro da UDESC, Guga Kuerten se destacou. Mereceu primeira página. Se pelo menos ele abraçar a cultura brasileira como mecenas já está de bom tamanho.

Mérdio-ambiente. A sanha assassina das incorporadoras conseguiu transformar a Praia Brava, norte da Ilha, em um amplo e irrestrito esgoto. Não é por acaso que os bem-nascidos estão se desfazendo de seus imóveis. Mas uma questão intrigante me assombra: Como é que um sujeito esclarecido e milionário compra um imóvel numa praia, sabidamente desprovida de saneamento, e não se preocupa em saber como vão tratar a merda que faz?

Concorrência. A Praia da Lagoinha, vizinha da Brava, está indo pelo mesmo caminho. Sem contar com áreas de estacionamento, moradores bem-intencionados abriram mão de sua privacidade e oferecem o espaço de seus terrenos para tal fim. Faturam, em média, uns R$ 5 mil por mês na temporada. E o preço caiu, dos R$ 10 reais para agora R$ 5 reais. Uma pechincha.

Vamos ver o que vai acontecer depois do carnaval.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics