quinta-feira, dezembro 04, 2008

Atualmente e hoje em dia as colunas de fofocas entopem nossos olhos e ouvidos com baboseiras do tipo, fulana peidou, sicrano foi visto aos beijos com fulana que peidou, a beltrana, ex do sicrano que beijou a fulana que peidou, foi vista aos beijos com a fulana pumzenta.

Não satisfeitos, agora é a apelação chula e explícita. Um ator global, metido a galã, tomou umas porradas. Fez o que deveria fazer, foi na delegacia e abriu um BO. Mas não deixou que nossa polícia eficiente e justiça ligeira resolvam. Por alguma razão metafísica a mídia mentecapta bomba a estória bisonha. Ele agradece, emocionado e com lágrimas nos olhos e olhos nos monitores do Ibope, o apoio de amigos etc e tal nessa hora tão dramática.

Como é global fica ali boiando na mídia. Se fosse qualquer outro, o agressor (ou agressores) seria identificado no dia de são nunca, à tarde, e a justiça iria fazer o que sempre faz, ficar sentada num sibyan com uma venda.

PQP.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics