quinta-feira, outubro 23, 2008

Chavezlandia defende que OPEP diminua sua produção de petróleo. O ministro do Petróleo daquele paraíso bolivariano, que financia seus amigos e amantes com o dinheiro advindo do ouro negro, Rafael Ramírez, dirá, nesta sexta-feira, ser favorável a um corte na cota de produção na reunião do cartel programada para amanhã. O ministro defende um corte de ao menos um milhão de barris diários. "El precio tiene eso a ser por lo menos US$ 100,00, duela a quien duela. Qué él está pagando hoy és un insulto", completou, com exclusividade para o Jus Indignatus.

Ramírez, conhecido como "El Pipa", disse também que a atual situação é "muy peligrosa" e afirmou que é importante evitar a oferta excessiva no mercado.

Eu não DISSE?

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics