segunda-feira, junho 09, 2008

Os acusados de extorquirem o padre Lancelotti foram absolvidos das acusações. Algumas importantes questões de ordem me ocorrem: Afinal, o padre pagou mesmo os supostos R$ 600 mil? Ele supostamente transou com os caras? Se supostamente transaram, os caras ainda eram supostos menores? Em caso positivo, isso não é supostamente pedofilia? Afinal, onde um padre arrumou os supostos R$ 600 mil?

Intrigante.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics