quinta-feira, abril 03, 2008

Depois do bolsa-família, e do esperado bolsa-geladeira, está no forno o bolsa-floresta. Seria uma ajuda para que os agricultores cumprissem com a lei, isto é, conservar florestas e recuperar áreas degradadas. Não é ilegal esse país?

Ainda sobre meio-ambiente. O mundo inteiro está plantando combustível. Isso já tem impacto no preços dos alimentos que chegam na mesa do ser humano. Mas o interessante é que o impacto ambiental de se plantar bio-combustível é maior do que se deixasse como está. Intrigante. Vamos comer menos, pagar mais pela comida e morrer sufocados do mesmo jeito.

Por falar em comida. Tenho visto propaganda de um livro "Curas Naturais etc e tal". Por módicos 130 reais você, meu fiel leitor, minha querida leitora, descobrirá que comer, comida naturalmente, pode curar desde unha encravada até câncer no cérebro. Por exemplo, uma tonelada de tomates por dia combate o câncer de próstata. 200 litros de chá verde diários purificam o sangue e tonificam o músculo pélvico. O autor trata de obviedades. Mas o instigante são as teorias da conspiração. Se diz perseguido pelo FDA, órgão americano responsável pela alimentação e medicamentos norte-americanos, diz que os militares e a indústria de alimentos, com ações em bolsa, colocam produtos químicos na comida para deixá-los viciados, sim, em comida.

A teoria conspiratória corrente diz que o PSDB divulgou o dossiê da Dilma. Há uma briga medonha sobre o tema. Desviam o foco do óbvio, a confecção do dossiê. Proposital?

E finalmente, alguém aí sabe o que é auxílio-reclusão? Leiam AQUI e fiquem putos.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics