domingo, março 09, 2008

Nem 3 dias depois, prenderam o suposto líder da quadrilha que, supostamente, roubou bens da casa de um ministro do (des)governo petista. O argumento, utilizado pelo perigoso meliante, de que estava apenas recuperando parte de seus impostos não sensibilizou as autoridades policiais.

O interessante é que os bens roubados foram carregados no carro da empregada do ministro, um Golf.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics