domingo, janeiro 27, 2008

Psicografo aqui uma mensagem inquietante enviada pelo grande mago esotérico oportunista, Heitor Caolho, presidente da Hector Hereeye Foundation:

"Meus irmãos, minhas irmãs, é com dor, assombro e inquietação que leio notícias referentes à seita Tabernáculo Vitória. O esoterismo oportunista preconiza a doação indiscriminada, e farta, de recursos materiais e intangíveis dos necessitados de ajuda aos seus gurus preferidos. Isso é de conhecimento público. Mas sempre respeitamos nossos seguidores. A vida terrena continua e a satisfação e felicidade do doador significa aportes contínuos. Não há nenhuma norma ou regulamento, da Ordem Mundial de Magos Esotéricos Oportunistas, para que seus membros orientem os fiéis a entregarem tudo ao templo. Abominamos esta conduta. Sabemos que o líder da Tabernáculo Vitória é um dissidente radical das fileiras esotéricas. Renegou o princípio básico da Ordem que diz que 'Quem tem olho grande não entra na China, pequeno gafanhoto voraz'. Nos isentamos, desta forma, de responsabilidades sobre o caso e já tomamos as medidas judiciais cabíveis para processar qualquer um que associe o nobre nome de nossa Ordem com práticas obscuras do oportunismo. Rezamos ao divino nirvânico que ilumine, dialeticamente, estas famílias, alijadas de seus pais, mães, filhos, irmãos, primos, cunhados e sobrinhos."

Heitor Caolho
# "Mago" Esotérico Oportunista;
# Fundador e Presidente Perpétuo da Hector Hereeye Foundation;
# Mestre Tântrico Dialético;
# Mestre em Psicologia Dicotômica Aplicada;
# Mestre em Línguas;
# Pós-Doutor em Finanças Internacionais e Direito Comercial Internacional;
# Mantenedor-mor oficial da técnica holística Feng-Chui;
# Embaixador da Boa-Vontade Holística;
# Coletador Magno de doações da Ordem Mundial de Magos Esotéricos Oportunistas;
# Palestrante Benemérito Mundial da Ordem Bi-Shuo-mao;
# Professor benemérito e Doutor "Honoris Causa" das renomadas Universidades de Harvard, Stanford, Lausanne, Lisboa, Barcelona e Cambridge;
# Autor de 12 livros campeões de vendagem e ainda inéditos.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics