sábado, dezembro 01, 2007

Como uma ópera, as ações do pequeno fidel, no cenário internacional, se dividem em pequenos atos. Tenho uma teoria de que, antes da arrogância, chávez passa por um moemnto de temor, acuado por suas fanfarronices.

A última é que ameaçou nacionalizar dois bancos espanhóis, com forte presença na chavezlandia, o Santander e o BBV, caso el rey, nosso ídolo, não peça desculpas. Não que seja novidade governos latrino-americanos democráticos de esquerda cometerem esse erro. Mas gosto da idéia dele cutucar o sistema financeiro. Bancos são o melhor negócio do mundo, e seus atores não gostam de ser confrontados.

Tomara que ele realmente faça isso. Quero ver a reação.

Em tempo: Ele també ameaça cortar o fornecimento de petróleo para os EUA....

Hoje quero ver o circo pegar fogo.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics