quinta-feira, dezembro 06, 2007

Não é que o pequeno fidel nem esperou o cadáver esfriar para bradar, aos 4 cantos, sua indignação com a derrota? "Vitória de merda e derrota digna", disse. Digna de pena. O "democrata" encruado em seu eu interior deve estar possesso. Quero ver o que fará no futuro, afinal, os quesitos levados para o referendo não poderão ser votados novamente. Claro que não estou contando com a habitual truculência constitucional do mini-me.

Por falar em bizarrices, Evil Imorales bate no peito e diz que quer um referendo para colocá-lo no olho da rua. Será que ele não sai de casa para ver o "apoio" que tem? A oposição diz que é uma cortina de fumaça.

A conferir.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics