quinta-feira, dezembro 13, 2007

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da pocilga aprovou, hoje, o projeto de lei de "autoria" do dePUTadO Aldo Rebelo (PCdoB-SP) que trata da promoção, proteção e defesa da língua portuguesa. O projeto combate o uso excessivo de expressões em língua estrangeira, que, segundo seu "autor", dificultam a comunicação do povo brasileiro. Dessa maneira, com a lei aprovada, todos os documentos oficiais do Brasil deverão ser escritos em português. O projeto prevê ainda que toda comunicação dirigida ao público, caso utilize palavras em outra língua, terá tradução para o português. A regra vale para peças publicitárias, relações comerciais, meios de comunicação de massa e informações afixadas em estabelecimentos comerciais. (fonte site Terra)

Algumas coisas me chamam a atenção. Longe de mim discordar que o estrangeirismo é uma praga. Nada mais bizarro do que chegar em um "shopping center", com vontade de comer um "big mac" acompanhado de "ice tea", procurar um "valet" para estacionar meu carro, me entregar o ticket e ainda deparar com vitrines ostentando cartazes de "sales off". O engraçado é que eu achava que os documentos oficiais do Brasil fossem escritos em português. Será que estão sendo escritos em bolivariano? E será que o Aldo Rebelo combinou tudo isso com o Lula? Afinal, o que nosso intrépido líder fala pode ser tudo, menos português.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics