segunda-feira, novembro 19, 2007

Retorno de um retiro espiritual, que não foram férias como pensaram alguns, e nada mudou.

Lula disse, no seu "café com bobagens", que oposição terá de explicar ao povo, essa entidade incompreendida, a redução de recursos para a saúde, se a CPMF não for prorrogada. Pergunto eu: Que recursos, senhor presidente?

A "oposição", sentindo cheiro de mais recursos fisiológicos do que está conseguindo, está em polvorosa. Com a descoberta que a Cisco, a empresa pega em um mega-esquema de fraude de impostos, supostamente doou cerca de R$ 500 mil para o PT, estão debatendo a criação ou não da CPIzza do PT. Mais um jogo de cena do DEM e do PSDB para arrecadar uma graninha extra para seus cofres.

Políticos venais não são bobos. A pocilga quer criar uma comissão para ficalizar as urnas eletrônicas, tirando o "peso" das costas do TSE. Como é sabido e notório não há certeza absoluta que este primor da tecnologia é a prova de fraude. Nem homologada pelo TSE está, pelo que sabemos. Mas não é interessante deixar o galinheiro sob responsabilidade da raposa?

E o pequeno fidel, huguito, exige que "El Rey", o ídolo Juan Carlos, peça desculpas por tê-lo mandado se calar. Cumpre seu papel, o de fanfarrão. E não satisfeito, está celebrando uma aliança com o Irã, este ícone ímpar do liberalismo e modernidade mundial. Espera, na próxima reunião da OPEP, convencer os seus membros a trocar de moeda de referência. Ao invés do fraco e combalido dólar por que não usar o forte e bem aceito bolívar?

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics