sexta-feira, agosto 10, 2007

Interessante como na corrupção nada se perde nada se cria, tudo se copia. Um preposto de Chavez, viajando em um avião com executivos da estatal petrolífera da Chavezlandia, foi pego com US$ 760 mil. Supostamente é dinheiro para colaborar na campanha da mulher do atual presidente argh-entino, reforçando a influência de Chavez na amérca latrina. Obviamente que o pequeno Fidel estrilou dizendo que é uma conspiração da CIA. Nada surpreendente.

Será que, na suprema arrogância dos bolivarianos, esqueceram de avisar a aduana? Se esta grana estava na mala quanto estaria nas cuecas? Por falar nisso, alguém olhou as cuecas dos passageiros e tripulantes?

Fico imaginando se as viagens de nosso apedeuta-mor, pela também américa latrina, é a forma tosca que ele tem de fingir que está lutando pela hegemonia brasileira na região, coisa que ele já declarou que não quer.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics