quinta-feira, agosto 09, 2007


Do G1: "Meu cliente vem sendo procurado por uma série de empresários e lideranças políticas que querem que ele concorra à Prefeitura de São Paulo e ele tem intenção, sim, de ser candidato”, disse Silveira, adevogado do proxeneta. Sem mencionar nomes, o adevogado afirmou que trata-se de um grande partido com o qual Maroni teria encontro nesta terça-feira.

Por que não estou surpreso? Ora, elementar meu caro Larry Flint e minha cara Madame Hollywood, a política brasileira já uma baita de uma putaria mesmo. E é a razão pela qual nem imagino que partido tenha se abraçado com ele, todos são uma escolha possível (se alguém souber por favor me avise). Um belo exemplo de ética a serviço do povo.

PS: Não sou hipócrita, sou a favor da regulamentação da prostituição, não da putaria com meu imposto.

Nota descaradamente chupinhada do blog do Val-André.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics