quinta-feira, agosto 30, 2007

Leiam, analisem, meditem e comentem. O resultado do grande concurso será dado ao final do dia. Vale para aqueles imrãos e irmãs que responderem e acertarem na ordem cronológica.

"Companheiro Mago

Sou um líder político no meu país. Um ícone para milhões e milhões de seguidores. Em minha tenra juventude sequestrei e fui exilado. Mas graças a Deus (posso falar em Deus, divino mago?), fui morar no paraíso por um tempo. Lá aprendi muitas coisas boas e, ao retornar, trabalhei pela causa socialista com afinco e elegi um companheiro para o mais alto cargo. Tenho manipulado-o desde então. Mas acontecimentos inesperados desequilibraram o peso da balança. Sou alvo da inveja alheia e até uma declaração, cheia de segundas intenções, recebi de um desafeto. Não desperto o instinto básico e selvagem em ninguém, por Marx. Hoje me encontro, indevidamente, no banco dos réus sendo julgado por crimes que não cometi. No tal paraíso que morei aprendi que a venalidade não é pecado. O que devo fazer para me livrar desse peso de 40 e tantas arrobas?

Ass: Eminência parda desesperada"

O Mago Responde: Meu eminente irmão desesperado, como bem sabe a energia divina nirvânica é uma substancial fonte de fé. Como trilheiro espiritual, tenho acompanhado de perto o desenrolar dos fatos. Não obstante, vejo em você uma aura magnífica. Teu potencial mediúnico é único. Posso dizer, com propriedade, que a dicotomia dialética abençoou-o com recursos inesgotáveis. Mas tenha cuidado com aqueles que podem apunhalá-lo pelas costas largas. Infelizmente, como bem sabe, o mal reside nos corações humanos, mesmo nos daqueles que devem praticar a justiça material. Mantenha a cabeça erguida e o bolso recheado. Por falar em material, o fluxo financeiro, em seu país, para a Hector Hereeye Foundation tem sido sumamente prejudicado por certos setores sociais infiéis. Poderia dar uma força?

----------

"Eae, maguinho

Tudo beleza? Meus amigos me pediram para procurá-lo. Não sou muito de esoterismo não, mas como a maré anda braba não custa tentar. Já fui considerada musa por muitos, apesar das celulites que não consigo esconder. Namorei um ator mas ele era meio frouxo, eu tinha que tomar as dores das bobagens em que ele se metia. Até sem calcinha apareci. Daí, umas invejosas acabaram por me tirar um grande ganha-pão na TV. Não consigo mais faturar como antes, acho que a mídia anda de mal comigo. Só por que dei uns tapas em uns fotógrafos e processei uns sujeitos que se acham jornalistas. Até uma perua loira, como eu, que não sabe nem representar, tem conseguido mais grana em alguns eventos. O senhor tem alguma orientação?

Ass: Loira abusada desesperada"

O mago responde: Minha cara irmã Loira, minhas meditações e viagens astrais concluiram que você deve, com urgência, se dirigir a uma das filiais da Hector Hereeye Foudantion. Lá, de posse de seu cartão de débito, será atendida por um de nossos mais famosos cônegos. Ele a levará para uma sessão de tantrismo nirvânico, explorando sua dialética em profundidade e alargando suas fronteiras dicotômicas. Tenho certeza que depois dessa sessão teu temperamento explosivo será acalmado e poderá retornar, em triunfo, ao convívio social ao qual pertence. Saudações.

----------

"Caro Mago Heitor Caolho

Tenho questões de profunda reflexão para que o senhor responda. Ilumine-me com sua sabedoria, ó magos dos magos.

• Afinal, por que eu existo? • Por que eu estou aqui neste mundo? • Qual é o sentido da vida? • Eu sou emo? • Será que vai chover? • O que tem no copo vermelho? • Quem matou PC Farias? e Odete Roitman? e Celso Daniel? e Lineu Vasconcelos? • Por que Coca-Cola Light explode ao se misturar com Mentos? • Por que pijama tem bolso? • Qual é a cor do cavalo branco de Napoleão? • Por que calça a gente bota e bota a gente calça? • Pinguim tem joelho? • Estou perdendo lost? • Você teme a morte?

E principalmente as mais importantes, intrigantes, e decisivas de todas as questões humanas:

• Quais números serão sorteados na mega-sena de sábado? • Quando fechamos a geladeira a luzinha apaga ou fica acesa? • Qual a cor do "S" da Perdigão? • O Acre existe?

Ass: Oscar, o magnífico"

O mago responde: Irmão Oscar, tenho por bem, em minhas palestras pelo mundo, respeitar todas as convicções religiosas, políticas, futebolísticas e sexuais. Vou pontuar, eneagramamente, as respostas:

1) A sua existência se deve ao encontro cármico entre duas entidades metafísicas opostas pelo eixo, a flor e a abelha, que geraram, tantricamente, uma sementinha, e então nasceu você, caro irmão.
2)Tua vinda ao mundo tem uma missão primordial para o esoterismo oportunista: Acertar o fluxo financeiro, de novos seguidores, com a Hector Hereeye Foundation e transformá-la numa fonte inesgotável de recursos.
3)Você é o "enviado", esse é o sentido da vida.
4)Dialeticamente falando, emo é o marido da ema. Nas minhas andanças oportunistas deparei-me com diversas raças e credos. Mas como esses tais emo's nunca havia feito contato. Se você se acha esquisitão, tem tendências suicidas e está preocupado mais em beijar meninos do que meninas então sim, você é emo.
5)A chuva, como o sol, são dádivas divinas nirvânicas, aceite isso e suas preocupações estarão focadas em nossa missão dialética na Terra.
6)Como trilheiro espiritual certifico-te que, no copo vermelho, há um saboroso vinho francês de excelente safra e origem.
7)Aqueles que matam são infiéis e como infiéis devem temer a ira divina. Enquanto isso, para se redimirem nirvanicamente, divulgo aqui a informação que um depósito polpudo do dízimo de 50%, em nossas contas, irá manter seu anonimato. Garantimos sigilo absoluto.
8)O criador do refrigerante, ao qual se referiu, foi um antigo companheiro do caminho Ao-Shu-man, ele decidiu que em contato com mentos explodiria, e pronto. Uma verdade insofismável não é discutível, dialeticamente falando.
9)Dicotomicamente é pela mesma razão pela qual nem toda cueca tem braguilha.
10)A cor do cavalo é o que menos importa, o que é importante é a importância histórica da existência nirvânica do cavalo, preocupe-se com isso e verá que, o fluxo financeiro, se tornará vertiginoso.
11)A razão é inversamente proporcional à loucura. Vejo, caro irmão, que suas preocupações estão impedindo uma visão objetiva imaterial do seu trabalho, a pergunta importante é: Por que não voa? Aceite isso e terá tranquilidade para trilhar caminhos nunca antes trilhados.
12)Lost? O que é lost?
13)A morte é um estado nirvânico. Como sou isento e espiritualmente elevado posso já ter morrido e não sei. Me dedico então a reforçar as bases da Hector Hereeye Foundation para entrar para a história esotérica oportunista como o grande mago.

Por último:

1)2-13-34-38-45-56.
2)Como mago posso afirmar decididamente que a luzinha fica acesa.
3)A cor é fucsia, uma cor perene e imaterial que paira inconstante sobre os caminhos oportunistas.
4)O Acre é uma entidade metafísica e como tal existe. Em termos leigos diria que a imaterialidade fisiológica do ser interior propicia a magnitude plena da sua existência.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics