sexta-feira, julho 13, 2007

Realmente a politicagem brasileira deveria ganhar algum prêmio mundial. Sempre se superam. A Assembléia Paulista vai adotar o cartão-combustível para abastecer os 56 veículos utilizados em serviços administrativos. O limite de gasto mensal, por veículo, é de 1.200 litros (24 tanques). "A idéia é evitar gargalos. O entendimento da comissão é que isso vai agilizar, vai facilitar e vai dar transparência. Por isso não temos nenhum problema em adotar a medida", disse o presidente da casa.

A única idéia por trás dessa benesse é encherem o rabo dos nobre repre$entante$ paulistas de grana. Qualquer outra consideração é deboche. Mais um.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics