quinta-feira, julho 05, 2007

Navegando alhures descobri que haverá, na cidade maravilhosa, um tal de Live Earth. Este show, que não sei do que se trata, estava fadado ao fracasso. A desculpa é que as forças policiais locais estão envolvidas com a segurança do Pan e não conseguiriam dar cobertura ao evento.

O ministério público, local, avaliará o suposto impacto ambiental causado pela liberação de gás carbônico (??). São 700 mil pessoas em Copacabana e o bairro não estaria acostumado à quebra de sua rotina. Não ouvi esse tipo de questionamento, o ambiental, quando o Rolling Stones reuniu 1 milhão de pessoas no mesmo local. E, todo ano, o reveillon na praia junta mais de 2 milhões de pessoas. Imaginem a quantidade de CO2 liberado pelas garrafas de champanhe e de Gás Sulfídrico, expelido pelas animadas bundas, e verão que é a avaliação mais esfarrapada do ano.

Voltando ao quesito segurança, é hilário. As forças de segurança locais e importadas não "seguram" nada. Acompanhem o que ocorre na Penha e no Morro do Alemão e entenderão o que digo. Qual é a diferença que vai fazer?

Eles tinham era mais que se preocupar com a Xuxa cantando nessa josta. E as forças policiais deveriam investigar qual é a razão dos ingressos do Pan estarem na mãos dos cambistas.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics