segunda-feira, junho 25, 2007

"São crianças que estão na faculdade", com essa pérola o pai de um dos marginais, que agrediram a empregada doméstica Sirlei Dias de Carvalho Pinto, tentou justificar o injustificável. "Confudiram-na com uma prostituta", disse o delegado. VTNMDPDODC. Nem que fosse uma mendiga. Isso é lá coisa de alguém que tenha equilíbrio fazer? Relembro o caso do índio Galdino, incendiado em um ponto de ônibus em Brasília por ser confundido com um mendigo. E cujos autores estão gozando, depois de relaxar, das benesses de uma justissia tupiniquim. Queria ver, senhor pai ausente e incapaz, se fosse a tua filha que tivesse sido agredida. Ia querer sangue. No dos outros é refresco né seu imbecil?

Por falar em imbecil, os habitantes da Chavezlandia terão que engolir uma nova constituição, que permitirá ao pequeno Fidel, Fidel Filho, a perpetuação eterna sem fronteiras no poder. Não há oposição. O novo imperador latrino-americano disse que não consegue dialogar com a oposição porque não encontra os membros dos partidos que são contra sua política. Dica Jus Indignatus ao minime: Procure no exterior ou nos cemitérios clandestinos. Cada um tem o (des)governo democrático que merece.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics