segunda-feira, junho 04, 2007

Update - 04/06/2007 - 10:37

"Não julgamos que tenha sido violada nenhuma regra democrática. Andei não poucas vezes pela Venezuela. Em raros países eu vi a imprensa falar com tanta liberdade quanto na Venezuela", disse o aspone para Assuntos Internacionais, ministro Marco Aurélio Garcia. Esse analista ímpar (pois para falar uma asneira dessas só deve ter o tico) e luminar da democracia mundial saiu com essa bizarrice, ontem, em defesa do imperador da Chavezlandia, Hugo "pequeno fidel" Chávez. Essa besta afirmou que, ao tirar do ar a emissora RCTV mesmo com a concessão valendo até 2022, no último minuto do dia 28, "Chávez não fez nada de ilegal nem violou os princípios da liberdade de expressão".

Sem maiores comentários. VTNODC.


Update - 04/06/2007

"Para nós, não há interesse em esquentar o assunto. As parcerias entre Brasil e Venezuela na América do Sul são importantes para justificar um apaziguamento." Nós quem? Me incluam fora dessa. Ô bicho frouxo. Pode-se "impinchar" um presidente por covardia diplomática?

------------------------------------------

"Não aceitamos de ninguém ingerências nos assuntos internos da Venezuela", disse o pequeno fidel, afirmando que as oligarquias latino-americanas "temem que o exemplo da Venezuela se estenda aos outros países, onde eles acham que mandam". Com essas palavras, mais uma vez, o imperador da Chavezlandia dá a pista para seus planos de dominar o mundo. Não é novidade. Mas a completa apatia, se não covardia, do intrépido apedeuta em dar uma resposta à altura, me irrita. Ou talvez essa apatia já seja a resposta. "Companheiro Huguito, venha e faça a festa", pensará o Lula? O ato repressor conta com apoio de luminares da democracia mundial como o presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, do presidente "eterno e eleito democraticamente" de Cuba, Fidel Castro, da Bolóvia, Evil Imorales, e do presidente da União Africana, Olusegun Obasanjo (com um nome desses merece ser investigado).

Se ele bateu o pézinho contra a posição porcina da pocilga, fico imaginando que tipo de resposta ele dará ao governo americano, que repudiou a decisão de sufocar, ainda mais, a oposição aos seus desmandos. Bem que ele poderia declarar guerra aos EUA, o descompensado do Bush invadiria aquele bastião da democracia e colocariam o pequeno fidel no seu devido lugar, o circo.

Divulgando: O Lino está convocando para uma blogagem coletiva no dia 05/06. Maiores informações aqui.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics