sábado, maio 19, 2007

Hoje a PF prendeu (mais) uma quadrilha de políticos (novidade...) especializada em desviar verbas e fraudar licitações. Ex-governador, assessor, deputado, uma zona. O objetivo em questão era desviar parte dos R$ 500 bilhões do Plano de Assalto ao Contribuinte. Como eu disse lá atrás é uma bolada tentadora demais para que os nossos representantes não se coçem para meterem a mão. Até o atual governador do maranhão está no rolo. Mas é claro que a justissia negou a prisão dele. A ministra Eliana Calmon, do STJ, alegou que não existiam "elementos fáticos"(sic) que justificassem a sua prisão em flagrante. Se fossem "elementos fálicos" ele estava preso. O que uma simples letra não faz.

Já perdi a conta da grana que desviaram com os golpes que tem sido desmontados.

Enquanto isso, em certa ilha da magia, vereadores vão se afundando cada vez mais. Um trecho de conversa entre o presidente da vereança ilhoa e um secretário municipal agilizando a liberação para o Floripa Shopping:

"– Daí tu agiliza para mim, eu te peço, por favor, faz esse favor para mim – afirma o vereador.

– Eu faço tudo por ti, né vereador – diz o secretário."

ehehehehehehehe papo estranho.

Leiam a íntegra dessa peça bufa e descubram os seus atores aqui.

Update - 18/05/2007 - 17:42

O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse nesta sexta (18), no Rio, que a Operação Navalha, da Polícia Federal, vai tornar mais baratas as obras do Plano de Assalto ao Contribuinte. Pelo que entendi, no orçamento apresentado, lá atrás, já estavam contemplando a grana do roubo, desvios, maracutaias e falcatruas. Entendi direito?

-----------------------------------------------

Hoje é aniversário da Madrasta. Viva ela e suas poções mágicas.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics