domingo, abril 08, 2007

A nossa querida irmã alada fez uma série de questionamentos a respeito dos símbolos deste dia de ressurreição esotérica divina dialética. Por que Coelho e não Galinha da páscoa? Antes de mais nada é importante notar que o coelho é símbolo da fertilidade. No antigo Egito era adorado pela notável capacidade de gerar gigantescas ninhadas. No caminho Ao-Shu-man pude conhecer vários israelitas proféticos que me contaram um dos segredos mais bem guardados pelas sinagogas. Com a fuga dos hebreus, liderada por Moisés, esse povo manteve o coelho como símbolo para se lembrar da escravidão vivida à sombra das pirâmides. Com o passar dos séculos foi incorporado também à religião católica ortodoxa, ao budismo, ao xintoísmo, aos hare-krishna etc. Mas vamos às questões:

1) Onde mora o coelhinho da Páscoa? O coelhinho da páscoa mora em uma toca muito perto da casa do papai noel. No domingo ele pega emprestado o trenó do amigo, conhecido pela notável velocidade que consegue alcançar, para distribuir ovos por todo o mundo.

2) Só o "coelhinho da Páscoa" é que bota ovo? Essa lenda não é bem exata. Na verdade o coelhinho da páscoa possui um gigantesco aviário de galinhas poedeiras alimentadas com cacau, leite, amêndoas etc. O coelhinho dá somente uma força "bíblica" no processo.

3) O ovo que o coelhinho bota é de chocolate? Como respondido anteriormente as galinhas alimentadas com ingredientes especiais e de alta qualidade produzem os ovos de chocolate sendo então embalados e despachados pelo coelhinho da páscoa.

4) Tem também o de chocolate branco ou só do preto? Com a parceria tecnológica firmada com alguns dos principais fabricantes do chocolate tradicional, é possível produzir ovos de chocolate branco e meio-a-meio. Conforme o gosto do freguês.

Por Heitor Caolho, psicografado por Ricardo Rayol.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics