quarta-feira, abril 18, 2007

A menina que nasceu sem cérebro, depois de 5 meses, saiu do hospital. Um caso único, pois crianças que nascem com esse tipo de problema sobrevivem poucas horas, no máximo. Os equipamentos necessários para manter o bebê vivo foram emprestados pela prefeitura de Patrocínio Paulista, que alugou as máquinas, sabe-se lá de quem, a que preço e, sendo bem pragmático, a que taxa de comissão.

Vamos por partes. Algumas questões me vieram à mente. Ela realmente nasceu totalmente sem cérebro ou é possível que tenha nascido com parte do cérebro? E se nasceu com parte do cérebro pode ser chamada de anencéfala? Se o cérebro é responsável pelo comando do corpo e ela não tem cérebro, qual parte do corpo assumiu a função?

Acredito em um monte de coisas, inclusive em milagres, mas será que esse caso é mesmo um milagre ou um grande embuste aplicado pelos que são contra o aborto para defender sua posição?

Viver o resto da vida pendurada em aparelhos é vida?

--------------------------------------

Leiam o blog do "mago" esotérico oportunista Heitor Caolho. Todo dia tem post novo. Conheçam o Orkut do "mago".

Não deixem de ler o blog do Movimento Evolução. Participem do fórum, cliquem aqui

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics