terça-feira, abril 24, 2007

Os 4 "juristas" (juro que não fui eu!) presos na "operation hurricane" foram liberados. O ministro da justiça diz que a soltura, por terem foro privilegiado, teoricamente, não causaria problemas para o andamento do processo. "Não há problema do ponto de vista estritamente técnico", teria dito. Não lembro qual o grau de sapiência jurídica dele para falar em técnica penal. Bom, não entendi nada, assim como não entendi a não demissão do seu assessor que tem o nome envolvido em suposto pedido de dinheiro para campanha política.

E não há corporativismo na soltura deles, disse o ministro Marco Aurélio do STF. É mera coincidência serem 3 magistrados e um procurador da república, além da rejeição do pedido de prisão de um ministro do STJ. Sim, não há corporativismo assim como papai noel, coelhinho da páscoa e saci-pererê existem.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics