domingo, março 18, 2007

As companhias aéreas estimam que o prejuízo com a crise aérea dos últimos seis meses já ultrapassou R$ 100 milhões, o que pode ser contabilizado, e cobram do governo indenização. "Essa brincadeira já ficou cara demais. A inércia do governo nesse episódio já ultrapassou o limite", disse o presidente do Snea (Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias), José Márcio Monsão Mollo.

Não é surpresa. Um pagamento eventual de indenização irá penalizar, no fim das contas, nós usuários-consumidores-contribuintes. Mais um fato que reforça a criação do CCAGada, pago através do B.O.S.T.A, disponível, a partir de terça-feira, nas melhores casas do ramo.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics