segunda-feira, março 26, 2007

O PT é realmente um partido que trabalha. Seu atual presidente, entalado até o pescoço no esterco dos escândalos, articula, com apoio do Golbery do século XXI, sua permanência na direção da quadrilha, ops, partido, até 2008.

O blog do Josias de Souza dá a razão maquiavélica por trás dessa manobra. Com a manutenção de Berzoini no poder partidário a chance, que os mensaleiros petistas vão para o cadafalso, é mínima. Interessante notar a dissimulada e explícita participação de José Dirceu no processo. Na sua arrogância habitual não acredita que nenhum comparsa, digo, companheiro sequer irá suar na pocilga.

Enquanto isso a minoria esquerdista pequeno-burguesa, que quer tomar o poder, articula o debate em torno de uma série de teses para 3° Congresso do PT. Não vou relacioná-las mas por exemplo, o que significaria "Democracia para valer - Desenvolvimento, democracia com participação cidadã e diversidade"? Aos que queiram se divertir podem ler o resto aqui. Pelas teses apresentadas não é difícil entender por que Lula patina tanto no comando. Nem Proust, Max Weber ou outro filósofo mundial conseguiria dissertar sobre tamanha viagem.

PS: Não conheço nenhum filósofo moderno ou antigo, se errei os nomes, errei.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics