quarta-feira, janeiro 24, 2007

Não durou nem um mísero dia as determinações do Plano de Assalto ao Contribuinte. Mas primeiro alguns detalhes que chamam a atenção. As forças sindicais, que são obviamente trabalhadores, entrarão com uma ação no STF contra o uso do FGTS, definido no PAC, divulgado pelo "governo" dos trabalhadores. Estranho. Além disso, Lula não deu entrevista sobre o assunto. Não é de se espantar. Ele nunca sabe de nada. Li também um raciocínio interessante do César Maia no blog do Cejunior. Coincidências existem mas ....

E agora já admite fazer mudanças. Não se passaram nem 24 horas....

Update - 09:37

Esqueci de comentar que a declaração do ministro do trabalho foi absolutamente infeliz. "Garanto que vai dar certo. Em último caso o Tesouro Nacional cobre". Ou seja, fez uma afirmação falsa pois nem sabem que investimentos serão contemplados. E, se não der certo, joga a bomba no contribuinte através de emissão de títulos públicos para cobrir o rombo ou, pior ainda, aumento de impostos.

Ô planozinho safado.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics