domingo, janeiro 28, 2007

Como todos sabem acho Paulo Coelho, assim como a Bruna Putistinha, um desserviço à literatura brasileira. Aliás, o considerarem "mago" e "escritor" e o elegerem para a ABL é muito bizarro. Dessa forma, eu Heitor Caolho, um cara multimídia famoso, em uma iniciativa inédita, estarei publicando, diariamente ou na frequência que der, “Batatinha quando nasce, por Heitor Caolho - Uma visão crítica à auto-ajuda e as frases-feita". Este novo blog pode ser lido aqui. Que a luz do trilheiro espiritual ilumine seus caminhos e encha sua conta bancária de muita grana.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics