segunda-feira, julho 31, 2006

Bizarrice que só acontece no Brasil. Dona Vitória, a velhinha de Copacabana que filmou às próprias custas e riscos o tráfico diante de sua janela, perdeu a ação indenizatória contra o Estado, que deveria fazer o papel que lhe coube. Um dos argumentos apresentados, pela defesa, é que indenizar a iniciativa que ela teve, de fugir de casa para não ser morta, iria estimular outras vítimas da violência a seguir o mesmo caminho.

Resumindo. O Estado é incompetente para garantir a segurança pública. O Estado é incapaz de fazer um trabalho de inteligência para desmantelar as quadrilhas de traficantes que trabalham debaixo do seu nariz. Ela, sozinha, conseguiu obter provas que levaram 22 bandidos às grades, incluindo-se 9 policiais. Ela teve que abandonar o apartamento em que morava, de sua propriedade, para não ser morta. E ainda assim não tem direito a nenhum real de indenização. Enquanto isso, a justissia dá ganho de causa a um sujeito que importou a idéia do tele-sexo para o Brasil, coisa bisonha aliás, teve seu contrato rescindido e vai receber, com dinheiro recolhido por nossos impostos, R$ 260 milhões de indenização.

Parece sacanagem mas não é. Ou pior, uma mensagem clara para que os cidadãos de bem (expressão piegas e cafona mas correta) fiquem na sua, que a bandalheira impera e vai mandar na parada por muito tempo ainda.

PS: Dona Vitória só não terá que pagar as custas processuais (R$ 2 mil) pois é carente e usou a defensoria pública. Caso contrário, tava ferrada, perigava de ir presa por dívida.

"No mundo atual está se investindo 5 vezes mais em remédios para virilidade masculina e silicone para mulheres do que na cura do Mal de Alzheimer. Daqui a alguns anos, teremos velhas de seios grandes e velhos de pau duro, mas eles não se lembrarão para que servem". (desconheço a autoria)

domingo, julho 30, 2006

Assisti ontem reportagem no JN, desculpem-me o pecado (eheheh), sobre os problemas e desafios da previdência social brasileira. O rombo está na casa dos R$ 40 bilhões de reais. Rombo facilmente coberto se conseguissem, por exemplo, repatriar o dinheiro desviado no caso Banestado (R$ 100 bilhões). Como não conseguem, por má-vontadeou incompetência, o jeito é ir enfiando impostos e fórmulas irracionais na nossa goela abaixo para corrigir o problema.

Mas o que me chamou a atenção ontem foi o completo desconhecimento de causa por parte dos candidatos, inclusive o Lula (mas como ele nunca sabe de nada não conta). Caraca, o lugar-comum, o chavão e a frase-feita imperaram. Não teve um que dissesse coisa com coisa. Mas o pior de tudo foi HH. Para ela não há rombo. Disse que qualquer cidadão medianamente inteligente pode ler as contas públicas e entender que o que temos é superávit. Ah, tá. Sem maiores comentários.

"70% do Congresso pode ser comprado. Tem muitos deputados e muitos senadores, muitos, que são honestos. Mas tem 70%, que só faz o cargo dele para isso [corrupção]", diz dono da Planam. Depoimento surpreendente pois sempre achei que era 100%.

Esses números são as provas cabais que o corporativismo realmente funciona contra o povo. E imaginem como deve ser a concorrência na hora que um corruptor adentra as portas daquela casa. Chega o sujeito, bem arrumado, abre a mala de dólares no saguão e junta aquela corja oferecendo préstimos. "Ô amigão, te arrumo um desvio no INSS!", grita um. "Eu, eu, olha eu aqui, tenho uma mamata no BNDES que é supimpa.", arrota outro.

E, enquanto isso continuo com minha esperança, esperando herança.

Ataque israelense mata 37 crianças. Esse é o saldo do descaso dos EUA com a barbaridade que está acontecendo no Oriente Médio.

"Sinto-me profundamente decepcionado com o fato de que meus apelos para um cessar imediato das hostilidades não foram atendidos", declarou Kofi Annan. E a secretária-de-estado Arroz de Condolências teve uma reunião de emergência com estadistas israelenses. Nessa reunião foi comunicada que precisam de mais uns 10/15 dias para finalizar a ofensiva. "Ah, poxa, darlings, não pode ser até quarta-feira? Ah Shimonzinho quebra meu galho aí, please...". Um país, que se diz a polícia do mundo, novamente passa a mão na cabeça de seu filho.

Quero ver se começarem a explodir as congregações israelitas ao redor do mundo. Quantos inocentes terão que morrer (de novo)?

PS: Pensando com meus botões concluí que o ataque aos civis de Qana só pode ser uma maneira que os falcões israelenses (e aliados) encontraram para fazer a guerra perder o rumo de vez.

sábado, julho 29, 2006

No país do "US$ 1 milhão é troco" achava que nada me surpreenderia. Mas hoje, ao ler a Isto É Online, fiquei estupefato. Num parecer nebuloso, o ministro das comunicações dá parecer favorável ao pagamento de uma pendenga judicial que se arrasta há apenas 8 anos. O valor é bizarro, algo em torno de US$ 110.000.000,00. E por acaso o favorecido é amigo de longa data do ministro.

O descaso com a coisa pública e a cara-de-pau alcançam um novo patamar. E a gente paga a conta. Só matando.

sexta-feira, julho 28, 2006

Garotinho anuncia que seu voto é de Heloísa Helena. Nada a ver com a liderança da PSOLista nas pesquisas de opinião no Rio. Nada a ver. Considerando que o voto é secreto deveria, nesse caso, ser registrado para provar tão magnânimo gesto.

quinta-feira, julho 27, 2006

Estou num hiato de idéias. É tanta pilantragem e roubalheira que fica difícil postar algo contundente, indignado e debochado.

Primeiro é a lista dos sanguessugas, que não para de crescer, com ramificações inesperadas (bom, nem tanto assim). Dos pilantras, 88 estão concorrendo a re-eleição. Um deles, José Airton Cirilo, petista cearense, chega a ser engraçado. Diz que teve contato sim com o empresário da Planam, mas não levou nenhum (ahahaha). Rezo fervorosamente para que a ira divina e as urnas caiam sobre suas cabeças. Fogo neles.

Por falar em cabeça, os EUA passam a mão na do seu filho pirracento, Israel, e não o coloca de castigo. Ok que eles estão fazendo uma limpa nos terroristas da área e que o custo de reposição de armamento vai engordar o caixa 2 do Bush, mas eles não estão nem sendo sutis.

17 policiais-bandidos presos são libertados por nossa justa e magnânima justissia. Além de, também, ser quase inevitável a liberdade do animal que matou a estudante de São Paulo. Sem maiores comentários. PQP.

A Varig agora não cancela vôos. Segundo a ANAC, eles estão cumprindo quase todos os vôos. Interessante mudança de ponto de vista relativo.

E para finalizar, a Lucianta Gimenez, em entrevista para a Isto É, diz que não é burra. Ã-ham, sei, legal.... zzzzzzzzzz

Extra !!! Extra!!!! (Edição das 18 horas)

Como hoje estou um sacana sem remédio vão mais duas pérolas:

Frisson no mercado televisivo. Rodrigo Santoro vai participar de Lost! Grande coisa. Numa série onde um grupo de pessoas sobrevive a um acidente aéreo, não tomam banho de mar, apesar do calor aparentemente sufocante, e que, mesmo depois de vários meses, ninguém emagreceu um grama sequer (incluindo-se o caso do super gordo da série) ou ficou com o cabelo ensebado. Bom, a imprensa americana de entreterimento o compara a Tom Hanks, Tom Cruise e por aí vai. Menos pessoal, menos. Deverá aperecer semi-nu e proferir as sábias palavras: The book is on the table.
Ditado Klingon: "Não adianta ter barriga de tanquinho se a torneira é pequena".

Madonna, a cantora, exige que, em cada apresentação, o assento da privada de seu banheiro seja novo em folha. Bom, o único comentário que posso fazer é que alguém vai ganhar uma nota preta vendendo a "tábua" no E-bay. "Imperdível. Privada que Madonna sentou (vou poupar vocês do que me passou realmente pela cabeça como chamariz)! Preço mínimo US$ 100.000,00". E tenho certeza que algum imbecil vai comprar.

Ê mundinho.....

terça-feira, julho 25, 2006

Interessante o bicho político brasileiro. Vive em liberdade, ao invés de atrás das grades que deveria ser seu habitat natural, é corporativista e extremamente sensível a oportunidades de sacanear o próximo. Como todo animal, têm um instinto de sobrevivência deveras apurado. Por exemplo, vejam a que conclusão sagaz chegamos a respeito da CPI dos sanguesugas. Como quase 200 parlamentares estão envolvidos e estamos em ano eleitoreiro, os sem-propina com certeza cassarão os direitos políticos dos picaretas. Uma forma brilhante de aumentarem suas chances de re-eleição.

Teriam eles o mesmo comportamento caso fosse um ano meia-boca? Um caso que só Pavlov responderia. E viva o capitalismo!

segunda-feira, julho 24, 2006

Leio, na Folha On Line, pérola do seu presidente proferida aos quatro ventos, ontem, durante campanha no Nordeste: "Presidente atribui casos de corrupção à deformação do sistema". Diz ainda que é preciso mexer na "ferida chamada política brasileira" (sic). Primeiro, ele usou termo errado ao definir a política brasileira. Lá na minha terra, quando pequeno, coisa que se mexia e fedia era esterco (na falta de nome escatológico mais apropriado). Em segundo lugar se o sistema é deformado, acumulando estas deformações ao longo do tempo, o PT, que está há 25 anos na luta, obviamente faz parte do problema.

O mais bizarro é que ele não detalha que medidas efetivas iria tomar em um 2º mandato. Era de se esperar, pois se o dissesse teria que explicar o porquê de não executá-las.

E mandou uma de doer sobre o seu maravilhoso plano assistencialista: "O Bolsa-Família está levando calorias e proteínas para os buchinhos dos nossos meninos mais pobres." Quem tem bucho é bode. Como é que pode um sujeito pregar a altivez de uma região se os trata como animais?

E, como não consegue evitar de falar asneiras, e para finalizar este post, também defendeu uma mudança nas rotas aéreas do Brasil, hoje concentradas em São Paulo, disse que o problema da Varig está "quase resolvido" e criticou as empresas aéreas por não comprar aviões da Embraer (grifo meu), apesar de ele próprio ter comprado um Airbus, europeu, para a Presidência.....

sexta-feira, julho 21, 2006

No blog do Patrick ele comenta que o PSL entrou com uma consulta no TSE, inquirindo se os blogs podem opinar sobre os candidatos. Bom, caso o TSE cometa a asneira de proibir que blogs comentem, opinem, espinafrem e/ou exaltem os candidatos ao pleito de 2006, nos tornaremos todos perigosos meliantes e terríveis terroristas políticos. Neste caso, como nossa arma é a escrita e, no meu caso em particular, está hospedada seiláonde, posso me tornar um exilado político virtual (copyright Patrick ehehe). Que Deus, em sua onipotente sabedoria e benevolência, ilumine os cérebros distorcidos de nossos magistrais magistrados e que estes nos caçem os direitos de livre expressão. Caraca, entro com um pedido de asilo político na Inglaterra, depois entro com uma ação contra o governo brasileiro e meto a mão numa polpuda pensão vitalícia. Show!!!

PS: mudando de assunto, tem post novo no Juarez.

Desde que me entendo por gente, e lá se vão quase 44 anos, ouço falar na guerra do oriente mérdio. Não vou nem citar as escrituras onde contam que fariseus, hebreus, prometeus e fodeus se matam há milênios. Nas últimas décadas virou zona. Se matam meu irmão mato dois do inimigo, e se matam dois aqui custa a vida de 4 acolá. Agora leio, indignado, que a escalada militar na região se tornou guerra aberta. Não é possível que o sequestro de dois soldados israelenses valham a vida de milhares de civis. Será que o prazo de validade, dos armamentos, está vencendo e, no contrato de fornecimento, tem uma cláusula de reposição a preços bem camaradas (brimo garante) caso os originais sejam gastos matando os outros?

quinta-feira, julho 20, 2006

Sacanagem a estratégia que o PT está tramando para re-eleger Lula. Como estão todos pendurados no pincel (podem procurar, é mais fácil encontrar o papai noel ou o coelho da páscoa do que um petista ético e honesto) resolveram divulgar a idéia de que votar no partido, o tal voto na legenda, é uma boa. Não elegem (todos) os capangas mas garantem a continuidade da quadrilha. O que me leva a pensar que não seria isso uma prova que ele sabia de tudo e é o principal articulador (por mais bizarra que a idéia seja) da roubalheira.

PS: Desculpem minha ausência involuntária. Sabem a diversão que se tem ao ver a tinta secar? Pois é, estou fazendo um curso tão divertido como isso. Toma o dia inteiro e meu cérebro (o que sobrou dele) vira geléia.

terça-feira, julho 18, 2006

Interessante a repercussão da entrevista de Ana Paula Arósio à Folha de domingo. Disse que não é feliz no amor e que, nunca mais, quer se apaixonar de novo pois cansou de levar um pé na bunda. Aqui na Ilha da Magia acham que os caras são loucos. Bom, achei interessante essa repercussão. Para variar se dá destaque as coisas mais irrelevantes. Tudo bem que ela é bonita etc e tal. Mas alguém já parou para pensar que ela pode ser chata pra cacete? Ou que é péssima de cama? Ou ainda que tem mau-hálito e tem crises incontroláveis de flatulência?

domingo, julho 16, 2006

Leio, na Folha On Line, artigo de Luiz Vianna. Começa assim meio dramático. "A Justiça condena em excesso, o Estado não oferece à superpopulação de presos as condições mínimas, e está criada a base para o crescimento de uma facção como o PCC." Em outra parte do artigo um sujeito diz que o que acontece em Araraquara é pior que o que aconteceu nos campos de concentração nazista. Várias opiniões relevantes para a humanidade são apresentadas. (leia a íntegra aqui)

Vamos por partes. Se a justiça condena em excesso é por que são cometidos crimes em excesso. É óbvio que misturar, ladrão de galinha com bandido de alta periculosidade, é receita certa para o desastre. Daí ter uma política carcerária, e punições, que separem estes dois elementos deveria ser a tônica do assunto. Não apontar a causa e sim dar a solução. Dar as "condições mínimas" são também uma idéia boa. Saúde, educação e segurança são os requisitos para tal. E é exatamente o que não temos. E pagamos impostos, porra.

E se aquela cambada de animais está ao relento é por que eles mesmo trataram de depredar a prisão em que vivem, no mínimo para arrumar uma fugazinha em massa. E vai custar uma baba preta reconstruir tudo. O justo seria que os tais "coitados ao relento" fossem ralar como pedreiros. Já aprenderiam uma profissão. Comparar essa situação ao holocausto é uma afronta a memória dos que foram assassinados pelo nazismo.

Isso é que dá colocar PIMBA's para discutirem coisas práticas. Eu quero os meus direitos humanos primeiro.

Você, torcedor amigo, não se preocupe. O Brasil conseguirá sua eleição para sede da Copa do Mundo de 2014. Basta fazer igual ao que fez a África do Sul. Apresentar um plano cheio de furos financeiros que será tapado com dinheiro público. Um prato cheio para os candidatos, governistas, de 2014 lavarem seu rico dinheirinho e ainda arrumarem um caixa 2 supimpa.

A propósito, o gasto do (des)governo com compromissos de investimentos pré-eleitoreiros é 84% superior ao praticado por FHC em 2002. É um volume tão grande de ajuda "dando que se recebe" que foi impressa uma edição extra do DOU. Sigla absolutamente pertinente!!!

quinta-feira, julho 13, 2006

Dois mensaleiros tiveram seu patrimônio multiplicado por 3 nestes últimos 4 anos. Professor Luizinho o fez atualizando valores de imóveis de sua propriedade. Ok, beleza. Já José Mentor argumentou que seu patrimôno triplicou graças a seu escritório de advocacia ("tudo documentado e com impostos pagos"). Alto lá, se ele é deputado e, em teoria, deveria estar trabalhando em Brasília, como é que seu escritório conseguiu tamanha façanha? Será que sua incompetência impedia seus negócios decolarem? Ou seu acesso aos meandros do poder viabilizaram mamatas rentáveis?

Uma grande questão a ser respondida.

quarta-feira, julho 12, 2006

Mais uma vez São Paulo se torna refém da violência. Parece proposital. Afinal Lula vai perdendo espaço. A cidade vira uma zona. De guerra. Já que o negócio é briga, por quê o governo paulista não parte pra cima dos líderes do PCC encarcerados? Quantas vidas custará a re-eleição do sujeito?

Post meio amargo, mas é meu protesto contra a incomPTência dos poderes públicos em proteger aqueles que pagam impostos. E contra os ativistas de direitos humanos que acham que aqueles animais que estão presos são gente.

terça-feira, julho 11, 2006

Hoje me dei conta que este blog existe há mais de um ano. 1 ano, 1 mês e 3 dias para ser mais exato. Neste tempo postei mais de 600 vezes sobre os mais variados assuntos. Estes post foram comentados 2.707 vezes. De 22 de janeiro até hoje (quando aprendi a incluir o tal contador na &6%4*&¨do template) foram computados 7.273 visitantes.

É extraordinário, considerando que a maioria das pessoas que aqui visitam não conheço pessoalmente. Abro uma exceção ao Edson Feldman, empresário de São José - SC, a quem tive oportunidade de conhecer rapidamente e mostrou-me que, apesar de não termos maiores pretensões com nossos blogs, eles tem um alcance muito maior do que imaginamos.

Meus sinceros agradecimentos a todos pela audiência. Infelizmente, continuarei com minhas indignações por muito tempo ainda.

domingo, julho 09, 2006


Olha como são as coisas nesse país. De um lado o (des)governo coloca nas mãos do PMDB alguns ministérios e autarquias para ganhar o apoio deste partido. De outro, Alckmin tenta colar sua candidatura às dos políticos regionais. Um dos "eleitos" pelo PSDB é Joaquim Roriz (ex-governador do DF, PMDB), o Maluf do cerrado. Comparou-o a Mário Covas, que deve estar se revirando na tumba.

Bom, dizem que político é igual à puta, quem paga leva (com todo o respeito às profissionais do sexo). Mas exemplo tão cabal eu ainda não havia visto.

sexta-feira, julho 07, 2006

O (des)governo devolve o comando dos Correios, epicentro do mensalão, para o PMDB. A gestão da empresa com 110 mil funiconários e faturamento anual de R$ 9 bilhões passa a ser política e não mais técnica. Este gesto, de extrema benevolência, é parte de um pacote onde serão entregues ministérios e estatais ao partido do Sarney como troca do apoio à re-eleição. Romero Jucá teve a cara de pau de dizer que o (des)governo não está pagando fatura alguma ao PMDB, já que era uma situação que já existia desde 2002.

Interessante notar que o cinismo neste tipo de ação é tão rasteiro que o sujeito não deve ter nem ficado vermelho. Defendeu a idéia de que este tipo de verticalização normatiza as ações dos órgãos e cria agilidade na gestão, pois todos os nomeados de uma determinada pasta passam a remar numa mesma direção. No caso, para o abismo profundo e insondável das maracutaias e negociatas.

Só explodindo mesmo.

quinta-feira, julho 06, 2006

Estava lendo um jornaleco de bairro e me deparei com uma nota sobre a Portaria MS Nº 971, de 3 de maio de 2006. (MS é Ministério da Saúde). O objetivo desta portaria é aprovar a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC, eles adoram siglas). Isso quer dizer que o sujeito, que está ralando na fila do SUS, pode, além de correr o risco de morrer pelas mãos de ineptos com CRM, recorrer às práticas da medicina alternativa como acupuntura, homeopatia e crenoterapia, exercidas por picaretas sem registro nenhum.

A primeira dispensa apresentações apesar de considerá-la, em certos casos, paliativa. Tenho um exemplo pessoal do uso desta prática que não deu certo. Homeopatia tem seus defensores mas também comigo não colou. Mas o que achei mais bizarro é a inclusão de uma tal crenoterapia. Esta prática se utiliza de águas minerais. Não tenho a menor idéia do que se trata com água mineral a não ser a sede. Mas pensando bem, seria uma ótima oportunidade de beber Perrier por conta dos cofres públicos. Não é uma maravilha?

De qualquer forma achei essa portaria discriminatória, pois deixa dezenas de outras terapias fora da mamata. Pegando o embalo na crenoterapia fiquei matutando se não seria interessante criar a cervejoterapia©, cuja prática se utilizará de cervejas claras e escuras. Usando a lógica, já que cerveja também leva água e como existem milhares de tipos e marcas diferentes de cerveja, utilizando-se de milhares de fontes de águas distintas, e todo mundo sabe que a água determina a qualidade da cerveja, logo se conclui que esta terapia teria uma eficácia retumbante.

Outra prática, que deveria ser adotada imediatamente, seria a bossanovaterapia©. Com foco em pacientes depressivos, a audição constante das músicas do João Gilberto o faria identificar que existem casos muito piores que o seu e o levaria quase instantâneamente à cura.

Sacanagens à parte, essa Portaria dá margem a que um monte de picaretas, se já não bastasse os com CRM, mamem nas tetas dos cofres públicos. Mais uma bobagem petista que passa e não nos damos conta.

quarta-feira, julho 05, 2006

Os caloteiros do Fisco terão suas dívidas renegociadas (US$ 105 bilhões), os países "pobres" tiveram suas dívidas perdoadas (US$ 608 milhões), a Petrobrás tomou um cano na Bolóvia (US$ 1 bilhão), os funcionários públicos terão um aumento "cara-de-pau" (+/- US$ 16 bilhões a mais no orçamento) e você, leitor e consumidor amigo, achou que ficaria fora dessa mamata eleitoreira? Claro que não!

Leio no site do Terra que a ANATEL definiu uma redução nas tarifas telefônicas praticadas em todo o país. Esta redução será de tal magnitude que deixará, nós consumidores, boquiabertos. Pasmem, até 0,51% de redução. Uma coisa do outro mundo! Fantástico! Com a economia feita poderei, finalmente, comer mais um pãozinho no mês. Ebaaaa!!!

Nota: Para a Telemar as tarifas serão reduzidas em 0,5134%. Brasil Telecom terá reajuste de - 0,422%, Telefônica - 0,3759%, CTBC - 0,4009% e Sercomtel - 0,3759%.

Pessoal, gostaria de parabenizar o Cotrim, do Azimuth, pelo nascimento de sua neta Alice. Que ela possa crescer em um país ético e livre de escândalos e das arbitrariedades dos poderes constituídos.

Vida longa e próspera a Alice!

terça-feira, julho 04, 2006

Bom, não sei em que país, mas pelo menos teremos o prazer de ver essa pérola da motivação organizacional micada nas melhores livrarias do ramo (numa virtual já tinha tido uma redução de 25%...).

Enquanto você, leitor amigo, está de ressaca, por conta do frango francês, vamos relembrar algumas pérolas do (des)governo Lula:

  • Brasil perdoa 95% da dívida de Moçambique
  • Brasil perdoa mais da metade de dívida da Nigéria
  • Brasil perdoa dívida da Bolívia
  • Brasíl perdoa dívida de Cabo Verde
  • Brasil perdoa dívida da Nicarágua
  • Brasil perdoa dívida do Gabão
  • Brasil troca perdão da dívida de Gana por vitória nas oitavas-de-final da Copa do Mundo
Essa brincadeira custou aos cofres públicos cerca de US$ 608.250.000,00. Não é nada, não é nada dava para:

1) Construir 60.825 casas populares;
2) Construir uma malha de saneamento de cerca de 76.031 quilômetros;
3) Asfaltar, com qualidade, cerca de 24.330 quilômetros de estradas;
4) Criar a malha hidroviária entre o Norte e o Centro-Oeste do Brasil para escoamento das safras;
5) Tornar 155 brasileiros milionários pelo valor acumulado da mega-sena;
6) Capitalizar, via BNDES, a combalida-quase-falida Varig;
7) Trazer de volta, à suas casas, 304.125 passageiros abandonados pela Varig em países ou cidades pelo Brasil afora;
8) Comprar 405 ferraris F50.

Se você juntar com a renegociação fiscal do post anterior (US$ 105 bilhões) e com o cano que o governo bolóviano deu na Petrobrás poderá deduzir que somos realmente um país rico e próspero.

PS: Belíndia: Em 1974, Edmar Bacha cunhou essa expressão para definir o que seria a distribuição de renda no Brasil, à época ( uma mistura entre uma pequena e rica Bélgica e uma imensa e pobre Índia).

segunda-feira, julho 03, 2006

Seja um caloteiro e ganhe, inteiramente grátis e de graça, uma grande mamata. O (des)governo federal está abrindo um refinanciamento de débitos, com a Receita, INSS e PGFN, no valor total de R$ 230.300.000.000,00. Isso mesmo pessoal, 230 bilhões de reais, o que daria mais ou menos US$ 105 bilhões de doletas. Depois do aumento ilegal e imoral do funcionalismo, nas barbas do TSE, está aí mais uma artimanha para se manterem no poder.

Enquanto isso, eu não posso sonegar um mísero real do meu IR. Pqp, a constituição não diz que somos todos iguais perante a lei?

domingo, julho 02, 2006

Inexplicável o futebol apresentado contra a França. Futebol? Inexplicável? Nem tanto. Relativizei algumas teorias da conspiração e encontro vários motivos, de menos a mais importantes, para a seleção canarinho se tornar freguês do frango francês:

1) As meias de Roberto Carlos: Como new-metrosexual ele não poderia andar desmazelado em campo, o máximo seria usar a camisa para fora do calção, detalhe este para dar um toque "macho" a pseudo-viadagem. Beckham enviou, no intervalo do jogo, torpedo ao amigo do Real Madrid sugerindo que ele deveria se arrumar melhor em campo. O lateral entendeu literalmente e, achando que fazendo isso em um lance de perigo ganharia a benção do papa da metrosexualidade, na hora do lance que se converteu em gol francês, arrumou suas meias durante 15 segundos.

2) Acordos bi-laterais Brasil-França: A França se apresenta como uma grande força econômica na Europa e, estimular esta parceria, diminuiria a dependência do comércio com os EUA. Como o Brasil optou pela tecnologia de TV digital do Japão, por uma escorregada técnica de burocratas desavisados, Chirac teria exigido, como contra-partida, a derrota do Brasil na copa. Desta forma, o (des)governo brasileiro enviou centenas de torpedos para os celulares dos jogadores exigindo que fosse dada essa moleza. Em contrapartida ganhariam uma estátua em pleno Arco do Triunfo. Como sua participação foi fundamental para a vitória francesa Roberto Carlos ganhará uma na posição em que Napoleão perdeu a guerra.

3) Relações inter-galácticas: Para quem não lembra, em 98 o Brasil foi obrigado a perder a copa para a França como compensação, em um obscuro acordo, para agradar alienígenas que estariam trocando petróleo explorado em Io por algumas tecnologias terrestres. O Brasil foi eleito, por ser considerado o melhor futebol do planeta Terra, como a vítima eterna dos franceses que sempre ganhariam em copas do mundo. Como Zidane é o embaixador desta raça de ET's a massagem no ego do "Francês" seria importante nas relações inter-planetárias. O mesmo motivo vitimou a Espanha.

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics