sexta-feira, novembro 24, 2006


Dois dos temas dos quais não gosto de manifestar minha indignação são os maus-tratos de crianças e idosos ou sobre casos de pedofilia. Fico tão fora de mim que, na verdade, tenho vontade mesmo é pegar os autores e torturá-los, com requintes de crueldade, até matá-los. E não é da boca pra fora. Isso me deixa louco de ódio.

Mas li, no site do Terra, a estória da menina de 13 anos que se apaixonou pelo professor de piano, de 31. Isso me deixou revoltado. Este "romance" acabou em tragédia. Os dois foram encontrados baleados em um motel, que será fechado, em Porto Alegre. Todos os esforços, pelo que li, para encerrar essa bizarrice foram feitos em cima da menina. Não li uma linha de que o sujeito tenha sido enquadrado, surrado, processado ou preso. A menina e sua família, inclusive, foram parar em psicólogos e tiveram suas vidas viradas de cabeça para baixo. E nada sobre o fdp. Parece até que a culpa foi dela. Porra, será que ninguém se tocou de de dar uma dura no sujeito?

Copyright 2010 Jus Indignatus por Ricardo Rayol*template e layout layla*
Clicky Web Analytics